O Encontro

Vou confessar que torço pra que aconteça sempre desse jeito, mas sempre desse jeito que se costumam idealizar. Seja numa festa, seja numa noite na caminhada na praia, seja sentado numa lanchonete favorita. Sem nenhuma pretensão algo os envolve e começa aquele papo, também desprentencioso, e que logo poderá tornar-se especial. Não é a toa que essa idealização gera tanto fascínio. No filme “Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças” não somente acontece, como acontece duas vezes com o mesmo casal. Ambas de forma tão espontânea e especial. Mas tomo cuidado para não me iludir. Acredito que espontaneidade e premeditação não andam juntos. É espontâneo exatamente porque não se deve programar, e torna-se especial exatamente porque é espontâneo. Como um bonito gesto de carinho espontâneo de um criança que o beija a face, um encontro como esse é um beijo a vida, vida essa que torna-se especial a cada novo caminho traçado, a cada novo lugar visitado, a cada nova boca beijada, a cada nova experiência vivida, especialmente aquela experiência não programada, especialmente aquele encontro.

About these ads
O Encontro

3 comentários sobre “O Encontro

  1. Nunca acreditei em destino, nem em acaso.Mas, tenho que confessar que sempre acreditei no encontro. Ou, do desecontro um encontro. De qualquer forma, expressa muito bem o encontro que no fundo todo mundo fantasia. E que muitas vezes vivemos esse encontro, e só nos damos conta na partida…

    Como sempre, muito bom!!! Sempre com um gostinho de quero mais… E depois do encontro?! rs.
    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s