Poema e pintura

Acabo de ver Adelia Prado no Programa Roda Viva da Cultura. Além de deleitar-me com a entrevista, gostei de algo dito por ela: a pintura é o que mais se assemelha à poesia. E de fato traz a mim exato sentimento. Deve ser porque são nascidas de total silêncio e pessoalidade. Nada pode ser tão seu. A música pode até ser a vontade colocar esse silêncio em movimento. E o cinema pode até ser a música em sua idade mais madura. Mas realmente é o poema, junto com a pintura, a maior expressão de que o seu pode ser de todos.

Anúncios
Poema e pintura

16 comentários sobre “Poema e pintura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s