Bienal casa com Rubem

As vezes perdemos boas oportunidades para falar algo que queríamos muito a alguém. Ontem fui na Bienal do Livro e estive ao lado de Rubem Alves, escritor que admiro há longa data. Queria ter dito o quanto “O Retorno e Terno” foi importante pra minha concepção literária e modo de ver âmbito do relacionamento humano; ter dado aquele abraço naquele velhinho com olhar lacrimejado e coração romântico. Um educador que merece todas as homenagens possíveis em vida. Não fiz nada do que pretendia. O máximo que consegui, como pessoa tímida que sou, foi falar um simples “obrigado, Rubem”. Espero que tenha sentido toda minha gratidão e admiração nessas humildes duas palavras.

Bienal casa com Rubem